Ede: Suspeito preso após drama com reféns em cidade holandesa

Agência de Imprensa Heitink/AFP/Getty Images

A polícia e os serviços de emergência são vistos em meio a uma situação de reféns em Ede no sábado.



CNN

Um refém em um bar na cidade de Ede, no centro da Holanda, foi preso, segundo as autoridades locais.

O incidente levou as autoridades a evacuar cerca de 150 casas na área, disse a polícia local. O motivo do agressor não estava claro, mas não havia sinais de terrorismo, disseram.

O jornal holandês De Telegraaf informou que o incidente ocorreu em um bar e boate local, Petticoat Cafe.

Três reféns foram libertados na manhã de sábado, antes que os últimos reféns fossem libertados mais tarde.

O prefeito de Ede, Rene Verhulst, disse em entrevista coletiva após o incidente que os reféns pareciam ser faxineiros do bar.

Em declarações a Verhulst, a promotora estadual Marthyne Kunst disse que o suspeito ameaçou com várias facas e tinha uma mochila, mas não estava claro o que havia nela. Ele disse que o suspeito era “conhecido do judiciário” e já havia sido condenado por um crime.

As autoridades agora investigarão o motivo e o estado de espírito do suspeito, disse Kunst.

Imagens do local mostram uma forte presença policial na área, incluindo policiais fortemente armados. De Telegraaf informou que um negociador também foi enviado.

Verhulst classificou o incidente como uma “situação terrível” e disse que seus pensamentos e preocupações estão com as vítimas.

Esta história foi atualizada com novos desenvolvimentos.

Joshua Berlinger, da CNN, contribuiu para este relatório.

READ  Caitlin Clark leva UConn à segunda aparição consecutiva no campeonato nacional sobre Iowa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *