O Afeganistão foi atingido por um segundo terremoto em poucos dias

  • Por Derek Cai e Mahfuz Zubaid
  • BBC Notícias

legenda da imagem,

Mais de 1.000 pessoas morreram no terremoto de sábado

Um terremoto de magnitude 6,3 matou mais de 1.000 pessoas no Afeganistão, o segundo grande terremoto em poucos dias.

Um novo terremoto da mesma magnitude atingiu cerca de 28 quilômetros (17 milhas) ao norte de Herat por volta das 05h10, horário local (00h40 GMT), na quarta-feira.

Autoridades de saúde disseram que 80 pessoas ficaram feridas e foram enviadas ao hospital.

O impacto mais amplo ainda não está claro, mas muitos dormiam ao ar livre depois que as casas foram destruídas no sábado.

As agências humanitárias também relataram escassez de cobertores, alimentos e outros suprimentos.

Uma testemunha no centro de Herat, onde algumas casas ainda estão de pé, disse que acordou gritando.

“Eu estava dormindo profundamente porque não tinha dormido nos dias anteriores”, disse ele à BBC. Temendo que sua casa desabasse, ela fugiu com a família, sem ousar olhar para trás.

“Nunca cheguei perto da morte”, disse ele, enquanto toda a família fugia descalça para os arredores da cidade, onde muitos dormiam em tendas desde o primeiro terremoto.

O terremoto da manhã de sábado atingiu Jindajan, um distrito rural a cerca de 40 quilômetros da cidade de Herat.

Imagens das aldeias mostram casas completamente desabadas, demasiado frágeis para resistir ao terramoto.

O Afeganistão é frequentemente atingido por terremotos – especialmente na cordilheira Hindu Kush, onde fica perto da junção das placas tectônicas da Eurásia e da Índia.

Título do vídeo,

‘Perdi 11 membros da minha família’: vítima do terremoto

READ  Hunter Biden diz que testemunhará publicamente nas audiências de impeachment de Joe Biden no Comitê de Supervisão da Câmara

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *