Connor Bedard, dos Blackhawks, se machucou em uma grande rebatida no gelo aberto na derrota para os Devils

O atacante novato do Chicago Blackhawks, Connor Bedard, levou uma grande rebatida no gelo aberto no primeiro período da derrota de segunda-feira por 4 a 2 para o New Jersey Devils e não retornou.

Os Blackhawks anunciaram que Bedard perderia o resto do jogo antes do segundo período. Ele jogou quatro turnos e 3h05 no gelo durante a noite.

Após o jogo, o técnico do Chicago, Luke Richardson, não deu muitas atualizações sobre Bedard.

Quando questionado sobre Bedard, Richardson disse: “Não vou voltar ao jogo.” “Vamos levar todo mundo para casa e verificá-lo em casa para ver se há alguma coisa. Então, esperamos saber mais amanhã.

A lesão ocorreu quando Bedard passou o disco pela defesa do Devils, dividiu dois defensores na linha azul e patinou diretamente para o defensor do Devils, Brendan Smith. A força do golpe fez Bedard cair no gelo e ele imediatamente agarrou seu rosto com a mão direita. Bedard levantou-se, patinou no gelo e foi direto para o vestiário dos Blackhawks.

Bedard não foi o único jogador que o Chicago perdeu devido a lesão na sexta-feira. O atacante Nick Foligno deixou o jogo após brigar com Smith no segundo período. Os Blackhawks anunciaram que Foligno perderia o resto do jogo antes do terceiro período. Foligno marcou oito gols e nove assistências em 39 jogos nesta temporada.

O atacante do Chicago, Boris Katchok, achou que o golpe em Bedard foi sujo.

READ  Illinois recomenda máscaras em ambientes de saúde à medida que aumentam as infecções respiratórias - NBC Chicago

“Todo mundo viu que estava sujo, então acho que estava sujo”, disse Katchouk.

Richardson estava menos certo.

“Ainda não vi isso muitas vezes”, disse Richardson. “Eu vi rapidamente no banco. Não sei se estava sujo. Acho que Connor estava fazendo uma jogada e não o viu porque era um jogador atrás. Não acho que ele pisou nele. Acho que ele simplesmente parou e Connor meio que bateu na cabeça dele.

“Não foi uma intenção de marcar nem nada. Acho que ele estava jogando duro na linha azul e tentando matar o pênalti.

Richardson concordou com Foligno avançando na defesa de Bedard.

“Os jogadores sempre serão exceção e serão mais quentes porque estão investidos e são seus companheiros de equipe”. Richardson disse. “Isso é sempre uma coisa boa. É um bom sinal. Este time é um time bom e unido e tem feito isso o ano todo. Ele fez um ótimo trabalho lá fora. Achei que qualquer tipo de pênalti que Nick recebeu esta noite ele matou caras e mais caras. Nick é o líder.

Bedard, de 18 anos, a escolha geral número 1 no draft de 2023, foi nomeado para o NHL All-Star Game na quinta-feira. Ele tem 15 gols e 18 assistências em 39 jogos nesta temporada.

Bedard é o último jogador a ser adicionado à crescente lista de lesões dos Blackhawks. A lista de reserva de lesões já inclui Taylor Hall, Seth Jones, Tyler Johnson, Taylor Radish, Anthony Beauvillier, Joey Anderson e Andreas Athanasiou.

Leitura obrigatória

(Foto: Rich Graessle/NHLI via Getty Images)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *