Incêndios em stand, casas e automóvel

Grande susto à hora de almoço do passado dia 28 de novembro de 2018, na Rua Gomes de Amorim,em Aver-o-Mar. Eram 12h41 quando foi dado o alerta para um incêndio na parte inferior de uma vivenda onde funciona um stand de compra, venda e troca de automóveis. A sirene tocou duas vezes e para o local seguiram uma dezena de viaturas e mais de duas dezenas de elementos dos Bombeiros da Póvoa e da PSP, de acordo com a informação disponibilizada pela página Autoridade Nacional da Proteção Civil. O fogo ficou confinado à zona onde deflagrou e ficou extinto cerca de uma hora depois, tendo provocado avultados danos no interior do edifício. Felizmente, para o proprietário, as viaturas estavam estacionadas no exterior. As causas ficaram por apurar, assim como o total dos prejuízos no imóvel situado ao lado do restaurante Franganito. A polícia também esteve no local a controlar o trânsito, que teve de ser interrompido durante alguns minutos na EN13 para os trabalhos de combate às chamas.

Grande susto à hora de almoço do passsado dia 28, na Rua Gomes de Amorim, em Aver-o-Mar. Eram 12h41 quando foi dado o alerta para um incêndio na parte inferior de uma vivenda onde funciona um stand de compra, venda e troca de automóveis. A sirene tocou duas vezes e para o local seguiram uma dezena de viaturas e mais de duas dezenas de elementos dos Bombeiros da Póvoa e da PSP, de acordo com a informação disponibilizada pela página Autoridade Nacional da Proteção Civil. O fogo ficou confinado à zona onde deflagrou e ficou extinto cerca de uma hora depois, tendo provocado avultados danos no interior do edifício. Felizmente, para o proprietário, as viaturas estavam estacionadas no exterior. As causas ficaram por apurar, assim como o total dos prejuízos no imóvel situado ao lado do restaurante Franganito. A polícia também esteve no local a controlar o trânsito, que teve de ser interrompido durante alguns minutos na EN13 para os trabalhos de combate às chamas.
Também um incêndio ocorrido ao final da tarde da passada quarta-feira teve consequências nefastas para os moradores de um edifício localizado na rua de S. Bento, em Vairão, Vila do Conde. O fogo destruiu parcialmente o 1.º piso e danificou o rés-do-chão e por causa disso um casal de idosos ficou desalojado. Duas pessoas que acabaram por ser acolhidas por familiares.  O alerta foi dado às 18h11 e chegou a ser accionada a sirene dos para a mobilização de mais elementos. No total estiveram envolvidos 22 bombeiros e oito viaturas, segundo o que pudemos apurar já esta manhã junto da corporação vilacondense que fechou o trabalho às 20h45. O JN referiu que, durante o combate ao fogo, a moradora sentiu-se mal e acabou por ser transportada ao Serviço de Urgência do Centro Hospitalar, na Póvoa de Varzim. Desconhecem-se as causas do fogo tendo a GNR registado a ocorrência.
No domingo passado Os bombeiros da Póvoa foram chamados ao princípio da noite para acorrerem a um incêndio numa casa em Navais, na margem da Estrada Nacional 13. O alerta surgiu às 20h25, tocou a sirene e rumaram para a freguesia poveira 12 elementos em cinco viaturas. As chamas consumiram um quarto da residência e a GNR esteve no local a tomar conta da ocorrência. 
Na madrugada de segunda-feira os Bombeiros de Vila do Conde foram chamados à 1h58 para um incêndio que estava a consumir uma carrinha, uma Renault Trafic, na rua Mares da Terra Nova, perto do ringue das Caxinas. A corporação enviou quatro viaturas e nove elementos, mas não foi possível travar a destruição total do veículo e inclusive houve danos num outro estacionado nas imediações assim como numa papeleira. A PSP que esteve no local abriu um inquérito para apurar as causas do fogo.

Também um incêndio ocorrido ao final da tarde da passada quarta-feira teve consequências nefastas para os moradores de um edifício localizado na rua de S. Bento, em Vairão, Vila do Conde. O fogo destruiu parcialmente o 1.º piso e danificou o rés-do-chão e por causa disso um casal de idosos ficou desalojado. Duas pessoas que acabaram por ser acolhidas por familiares.  O alerta foi dado às 18h11 e chegou a ser accionada a sirene dos para a mobilização de mais elementos. No total estiveram envolvidos 22 bombeiros e oito viaturas, segundo o que pudemos apurar já esta manhã junto da corporação vilacondense que fechou o trabalho às 20h45. O JN referiu que, durante o combate ao fogo, a moradora sentiu-se mal e acabou por ser transportada ao Serviço de Urgência do Centro Hospitalar, na Póvoa de Varzim. Desconhecem-se as causas do fogo tendo a GNR registado a ocorrência.

No domingo passado Os bombeiros da Póvoa foram chamados ao princípio da noite para acorrerem a um incêndio numa casa em Navais, na margemda Estrada Nacional 13. O alerta surgiu às 20h25, tocou a sirene e rumaram para a freguesia poveira 12 elementos em cinco viaturas. Aschamas consumiram um quarto da residência e a GNR esteve no local atomar conta da ocorrência. 

Na madrugada de segunda-feira os Bombeiros de Vila do Conde foram chamados à 1h58 para um incêndio que estava a consumir uma carrinha, uma Renault Trafic, na rua Mares da Terra Nova, perto do ringue das Caxinas. A corporação enviou quatro viaturas e nove elementos, mas não foi possível travar a destruição total do veículo e inclusive houve danos num outro estacionado nas imediações assim como numa papeleira. A PSP que esteve no local abriu um inquérito para apurar as causas do fogo.

Seja o primeiro a comentar no "Incêndios em stand, casas e automóvel"

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não ficará visível


*