Corte nos resíduos vai baixar fatura da água

A Câmara da Póvoa de Varzim estava a aguardar um parecer positivo da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR) para conseguir reduzir o valor que os poveiros pagam na fatura da água. O presidente Aires Pereira revelou que o sucesso do sistema de recolha seletiva porta a porta, implementado nos Bairros Sul e Matriz, vai permitir fazer um ajustamento na componente dos resíduos sólidos graças à poupança que foi estimada. A redução será para todos os consumidores domésticos e não domésticos, mas não implica mudanças nas componentes da água e saneamento, que estão ajustadas, assegura o autarca. Esta medida poderá significar uma redução de cerca de 600 mil euros para as famílias e empresas em 2019 e Aires Pereira esperava poder confirmá-la na reunião extraordinária do executivo que decorreu ontem, terça-feira, já depois do fecho desta edição. O autarca assegura ainda que o munícipio vai assumir no orçamento os aumentos de 5% e 1,5% aplicados no próximo ano pelas Águas do Norte e pela LIPOR.
Do lado da oposição, Miguel Fernandes congratulou-se com esta medida e lembra que o PS já tinha proposto no ano passado uma redução semelhante. O vereador socialista também disse apreciar o êxito que está a ter o sistema de recolha da reciclagem nas residências, destacando os benefícios para todos.

Seja o primeiro a comentar no "Corte nos resíduos vai baixar fatura da água"

Deixar um comentário

O seu endereço de correio eletrónico não ficará visível


*